IMPACTO

      ·   Economia

      ·   Eficiência de energia

      ·    Computação em nuvem

A virtualização  está presente tanto numa infinidade de empresas das mais variadas áreas. Não se trata de "moda" ou mero capricho: graças a este conceito, é possível, entre outros benefícios, economizar com equipamentos e obter resultados de determinadas tarefas computacionais em menor tempo.

Nos dias de hoje, a virtualização permite, por exemplo, que uma empresa execute vários serviços a partir de um único servidor ou até mesmo que um utilizador teste um sistema operativo  antes de efetivamente instalá-lo.

Do ponto de vista corporativo, o seu uso actual destina-se a várias aplicações, como sistemas de ERP, serviços de cloud, web , ferramentas de simulação, entre muitos outros.

Sim, é como se você se deparasse com um ou mais computadores distintos dentro de um só.

A diferença é que estas máquinas são virtuais: na prática, elas oferecem resultados como qualquer outro computador e muitas vezes com melhor performance, mas existem apenas logicamente, não fisicamente.

Cada máquina virtual traduz-se num ambiente computacional completo: praticamente todos os recursos do seu sistema operativo  podem ser utilizados, é possível ligar numa rede, ligar á internet, consegue-se instalar aplicativos.